Com incentivo do governo Estadual, Natal recebe edição da Fenacam

Com incentivo do governo Estadual, Natal recebe edição da Fenacam

Em XIV edição, feira retornou para onde iniciou seus trabalhos pelo setor.

Natália Ponse, de Natal (RN)
natalia@ciasullieditores.com.br

As três últimas edições da Feira Nacional do Camarão (Fenacam) foram realizadas em Fortaleza (CE). No entanto, foi Natal (RN) a cidade origem do evento, recebendo pelos dez anos seguintes os encontros da carcinicultura no Brasil. Neste ano, a 14ª Fenacam voltou ao seu berço, em um Estado que também foi responsável pelo start da atividade no Brasil.

Uma cidade de belezas estonteantes, praias paradisíacas e dunas a se perderem de vista, recebe um volume grande de turistas. Esse setor, inclusive, é considerado como a principal atividade econômica de Rio Grande do Norte. Os hotéis, de acordo com o governador do Estado, Robinson Faria, registram frequentemente 70% de lotação, no mínimo.

Eventos como a Fenacam são grandes responsáveis por levar estas pessoas à Natal. Esta feira, por exemplo, coloca no mesmo lugar milhares de estudantes, congressistas e profissionais, nacionais e internacionais. Por isso, Farias reuniu-se no ano passado com o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Rocha, durante a última realização do evento em Fortaleza, para solicitar a volta deste grande encontro à capital potiguar.

Robinson Farias conheceu a publicação da Ciasulli Editores, que conta com uma coluna fixa mensal da ABCC (Foto: feed&food)

O retorno às origens só foi possível devido ao apoio e incentivo do governo do Estado. Como prova, o poder executivo estadual coloca em prática uma grande reforma no Centro de Convenções de Natal, que foi doado para o evento. A obra, quando concluída, ampliará ainda mais a capacidade de visitantes: “Também quebramos um paradigma ao oferecer uma legislação que transmita segurança jurídica para a atividade, que é uma conquista esperada há décadas”, complementa o governador, ressaltando que já foram gerados quase cem mil empregos, diretos e indiretos, pela atividade.

Para reforçar a parceria, Robinson Faria esteve presente no terceiro dia da feira, no último sábado (18). Na ocasião, aclamou o trabalho da imprensa, em especial da revista e portal feed&food, por sua grande circulação em todo o País e pela disseminação das realizações da carcinicultura e piscicultura do Estado. Itamar Rocha concorda: “Agradeço a todos da imprensa que estiveram pressentes, pois tenho certeza que veremos muitas matérias na mídia sobre o setor, e também, na hora de escrever, sei que os jornalistas terão mais conhecimento sobre a carcinicultura após participar da Fenacam”.