Os benefícios do uso de probióticos na aquicultura

A aquicultura de camarão e peixes é o setor de produção de alimentos que mais cresce no mundo, consequência da crescente demanda mundial por esse tipo de alimento.
A intensificação dos sistemas produtivos para aumentar produtividade e atingir as métricas desejadas promove o surgimento de um ecossistema desequilibrado, muito diferente do ambiente natural de crescimento destes animais, o que favorece o surgimento de doenças. A implementação de boas práticas de manejo e de ações preventivas para mitigar danos são as principais estratégias para superar ou conviver com estes surtos.
A utilização de antimicrobianos sintéticos deve ser evitada, pois é considerada uma prática insustentável e ecologicamente inadequada, tendo em vista que o uso indiscriminado destes compostos promove a seleção de micro-organismos
resistentes a antibióticos e aumenta as chances de ocorrerem transferências horizontais de genes de resistência entre as populações microbianas.
Uma estratégia que tem chamado a atenção do setor da aquicultura é o desenvolvimento de produtos eficazes e ambientalmente amigáveis. A aplicação de probióticos no controle de bactérias e vírus patogênicos tem sido uma estratégia bastante utilizada e bem aceita, uma vez que os probióticos promovem diversos benefícios que melhoram os parâmetros zootécnicos e o ambiente de cultivo.

Fonte: Revista ABCC Edição Junho de 2017.