Ata Reunião CPR – 09 de Agosto de 2017

Associação Brasileira de Criadores de Camarão – ABCC
Ata da Reunião CPR 2017
Natal (RN), 09/08/2017

A abertura da Reunião CPR, na sede do SEBRAE em Natal (RN), no dia 09 de Agosto de 2017, teve inicio às 16:30 horas, com o Presidente da ABCC, Itamar Rocha, agradecendo a presença de todas as fabricas de ração e as associações estaduais presentes. Em suas palavras iniciais, falou sobre a importância da atividade, bem como do envolvimento de toda a cadeia produtiva (laboratórios de pós-larvas, fábricas de ração, produtores de camarão, beneficiamentos, empresas de insumos). Mencionou as dificuldades encontradas (ex: Importação do camarão do Equador), mas que com o esforço da ABCC juntamente com o apoio das associações estaduais conseguiremos obter êxito. Por isso, fica cada vez mais evidente que a Associação brasileira e suas congêneres estaduais trabalham e trabalharão sempre em defesa dos seus associados. Dando continuidade a sua fala, pediu a conscientização do repasse da CPR e o compromisso com a data do envio do Relatório com 30 dias, e a execução do pagamento com 60 dias (ex: CPR de Junho, enviar relatório em até 30 de Julho (30 dias), e fazer o pagamento em até 30 de Agosto (60 dias), decisão essa tomada na ultima reunião da CPR (31/05/2016). Prosseguindo com seu pronunciamento, o Presidente da ABCC destacou que o valor de 1% do total da nota fiscal da ração comercializada deverá ser pago pelo produtor sem a necessidade de se fazer consultas prévias, e ser repassado para a ABCC por intermédio das fabricas de ração, que serão os arrecadadores, e essa foi uma decisão tomada na Assembléia Geral Extraordinária da ABCC no dia 09/02/2015, onde os produtores por decisão unânime concordaram e assumiram esse compromisso. O representante da Total/Neovia, Rodrigo Vasconcelos, chamou a atenção para o relatório e forma de pagamento da CPR, informando que a empresa tem um calendário de pagamento, e que todos os pagamentos inclusive o repasse da CPR será feito com 10 ou no Maximo 15 dias a frente dos 60 dias como decidido em reunião, mas que será enviado tudo em dia como sempre a empresa Neovia vem fazendo, e reafirmou o compromisso, pedindo apenas compreensão nesses dias a mais. Ele relatou sobre o uso de farelo nos cultivos de camarão, e que isso irá refletir na comercialização da ração, e conseqüentemente no valor final do repasse da CPR, já que esse tipo de alimento faz com que parte das rações seja substituída pelo farelo. O produtor de Camarão, Newton Bacurau, sugeriu que as Fabricas de Ração que não estivesse repassando a CPR para as associações (inadimplentes), tivesse seus nomes divulgados para todos os produtores de camarão, para que os mesmos não comprassem mais a ração a eles, já que quem paga a CPR são os produtores, então eles tem o direito de saber quem repassa de forma correta, como também quem não ta cumprindo com o compromisso. Com isso, os Representantes das Fabricas de Ração (Total/Neovia, Presence/Neovia, Aquavita, Trouw Nutrition) e todos que estavam presentes concordaram. Então, o Sr. Itamar Rocha, sugeriu que as planilhas da CPR por Fabrica X Associação serão divulgadas mensalmente junto com a Balança Comercial que é enviada todos os meses para todos os associados da ABCC, e publicado também no site da ABCC (www.abccam.com.br). A ANCC, Associação estadual do RN, ficou de estudar como irá fazer a divulgação das fabricas inadimplentes com a CPR para os seus produtores. A reunião seguiu de acordo com o planejado, e foi apresentada pela Engenheira de Pesca, Larissa Mendonça, as planilhas da CPR por Estado no período de Janeiro a Junho de 2017, onde as dúvidas foram discutidas e esclarecidas pela mesma. Dando continuidade com as suas palavras, Larissa Mendonça ressaltou sobre o destino do dinheiro arrecadado pela ABCC, onde 50% fica para a Associação Brasileira e os outros 50% é transferido para as Associações Estaduais correspondentes, exceto as Associações do Ceará e Piauí, que as mesmas recebem 100% e transfere 50% para a ABCC (ocorre de forma contraria das demais). Porém, Larissa continuará fazendo o acompanhamento com todas as Fabricas de Ração e Associações Estaduais (RN, PB, PE, PI, BA, SE, AL, MA, CE) do quanto está sendo arrecado de CPR durante o mês/ano. Encerrando a reunião, o Presidente agradeceu a presença e participação das fabricas de ração e os representantes das associações estaduais, considerando que a ABCC sai fortalecida nos seus aspectos institucionais e operacionais com a realização de mais esta reunião.

Itamar de Paiva Rocha
Diretor-Presidente

ATA REUNIAO CPR – 09 DE AGOSTO DE 2017