Novacki quer que setores produtivos participem do Plano Agro+ com sugestões

Novacki quer que setores produtivos participem do Plano Agro+ com sugestões

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) quer que o setor produtivo brasileiro participe do Plano Agro+ apontando suas dificuldades e com sugestões que possam trazer soluções rápidas para as cadeias. O pedido deverá ser apresentado para todos os 42 setores que participam das Câmaras Setoriais que atuam junto ao Ministério.

Na última sexta-feira, 16 de setembro, o ministro interino Eumar Novacki apresentou pedido de identificação de dificuldades enfrentadas na área e apontamentos de soluções durante reunião da Câmara da Cadeia Produtiva da Carcinicultura.

Novacki pontua ser fundamental a participação do setor produtivo no plano de desburocratização.

Leia mais:
Plano Agro+ pode ser ampliado pelo Ministério da Agricultura para os estados

Plano Agro+, lançado no final de agosto, visa tornar o agronegócio mais eficiente, mais produtivo e com maior extensão comercial. O Plano tem dois eixos que serão trabalhados por meio de medidas de curto, médio e longo prazos: Modernização e Desburocratização e o Marco Regulatório do Plano de Defesa Agropecuária.

Das 315 demandas apresentadas pelo setor produtivo brasileiro, como o Agro Olhar já comentou, 69 medidas destinadas a modernizar e desburocratizar normas e processos do Ministério da Agricultura estão sendo implementadas imediatamente.

“O Agro + é um plano de simplificação e desburocratização de normas e procedimentos. Queremos convidá-los a apresentar os gargalos e as propostas para solucioná-los. Aquilo que for possível, vamos resolver. Temos a expectativa de estar com 295 deles resolvidas num prazo de 120 dias”, salientou Novacki, que assinalou ainda que o Ministério quer tirar dinheiro da ineficiência e transferi-lo para a economia formal.

De acordo com Novacki, somente será possível avançar ouvindo o setor produtivo.

http://www.olhardireto.com.br/agro/noticias/exibir.asp?id=24197