Fenacam é lançada sob ameaça de importação do camarão da Argentina

Fenacam é lançada sob ameaça de importação do camarão da Argentina

A 10ª Edição da Feira Nacional de Camarão (FENACAM) será realizada de 10 a 13 de junho, no Centro de Convenções de Natal.

Por: Ana Paula Oliveira

Em meio a um cenário desanimador em virtude da liberação do Governo brasileiro à importação de camarão da Argentina, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Rocha, lançou à imprensa na manhã desta quarta-feira (24), no Mangai, a 10ª Edição da Feira Nacional de Camarão (FENACAM), que será realizada de 10 a 13 de junho, no Centro de Convenções de Natal. A importação foi confirmada no início desta semana pelo ministro da Pesca, Marcelo Crivella, durante visita administrativa e política em Natal.”Estamos vivendo um momento especial. Uma nuvem negra paira sobre a carcinicultura brasileira”, destacou Rocha se referindo à liberação do Governo Federal a importação de camarão da Argentina.”Nesse momento, a nossa preocupação é de precaução, sobretudo, em relação a doenças, não teremos controle”, declarou. Ainda sobre o assunto, o presidente da ABCC afirmou que já contratou um escritório de advocacia para tomar às medidas cabíveis em relação ao assunto.”Vamos aguardar o comprovante que o ministro da Pesca liberou a importação. Depois disso, vamos entrar com uma ação no Ministério Público Federal para proteger a carcinicultura”, afirmou.Desde 2008, em virtude das enchentes ocorridas no Vale do Açu e refletindo diretamente na produção do camarão cultivado, o Rio Grande do Norte é o segundo na produção do crustáceo, ficando atrás do estado do Ceará.Segundo Itamar Rocha, a previsão é que este ano, o estado produza 25 mil toneladas. Ainda segundo ele, o consumo de camarão anual pelo brasileiro é de 550 gramas e de carne vermelha é de 55 kg. “Precisamos disseminar mais o camarão. Já avançamos muito nos últimos anos”, destacou.

http://www.portalmercadoaberto.com.br/noticias-det?noticia=8554

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *